Não espere nenhuma mudança do Fed até 2023

É improvável que o Federal Reserve mostre quaisquer sinais de se afastar de sua agressiva campanha de alta de juros quando sua reunião de novembro terminar na quinta-feira, de acordo com o Barclays.

A Barclays afirmou que é improvável que o Federal Reserve mude de sua agressiva campanha de alta de juros.

Estrategistas disseram que o banco central dos EUA aumentará as taxas de juros em 75 pontos base esta semana. Enquanto isso, também existem chances do Fed implementar outro aumento de taxa em dezembro.

“O Fed parece quase certo de aumentar as taxas em 75 pontos base esta semana”, disse Ben McLannahan.

“Assim, o foco provavelmente será sinalizar a reunião de dezembro”, acrescentaram os analistas. “Nossos economistas dos EUA veem o presidente do Fed (Jerome Powell) enfatizando a dependência de dados. Ele manteve a opção de outro aumento de 75 pontos base, para fechar 2022”.

O Fed já aumentou as taxas de juros para 75 pontos base três vezes consecutivas, em uma tentativa de lidar com a inflação. Ela atingiu 8,2% no mês passado.

Aumentos adicionais em novembro e dezembro elevariam as taxas dos fundos federais do banco para 4,75% e 5%.

Powell tende a se concentrar nos dados do Fed, com a inflação mostrando poucos sinais de desaceleração e um mercado de trabalho aquecido. Isso deu ao banco central uma margem para aumentar as taxas agressivamente.

Economistas da Barclays esperam que os dados não-agrícolas de sexta-feira mostrem que a economia dos EUA adicionou 175.000 empregos em outubro.

Isso representaria uma queda em relação aos 263.000 de setembro. Porém, “ainda será forte o suficiente para manter o Fed no lado hawkish”, disse McLannahan.

A previsão do Barclays de que o Fed continuará subindo as taxas colide com a de alguns outros grandes nomes de Wall Street que se tornaram mais otimistas.

Mike Wilson, selecionador de ações do Morgan Stanley, disse que espera uma mudança. Assim, levando-o a reiterar sua previsão de que o S&P 500 subiria 6,4% em relação ao seu nível atual.

Para receber mais conteúdos como este, se inscreva no nosso Canal do Telegram.

Últimas notícias