UE quer acordo com os EUA para resolver disputa de subsídios para Carros Elétricos

A União Europeia espera resolver nas próximas negociações uma disputa com os EUA sobre novos investimentos para os fabricantes norte-americanos de veículos elétricos.
  • União Europeia considera discriminatória a ajuda dos EUA para veículos elétricos
  • UE, por outro lado, não exclui empresas dos EUA, diz embaixador

A recentemente aprovada Lei de Redução da Inflação dos EUA, a qual fornece recursos financeiros para apoiar a tecnologia ecológica nos EUA, é encarada como discriminatória pela UE, Coreia do Sul e outros parceiros comerciais.

Uma força-tarefa UE-EUA está programada para discutir o assunto esta semana, antes de uma reunião de dezembro do Conselho de Comércio e Tecnologia EUA-UE. Para isso, um fórum consultivo foi criado no ano passado e surgiu como uma ferramenta poderosa para impulsionar a cooperação transatlântica, mas a questão do financiamento de veículos elétricos serviu como um empecilho notável.

“Isso precisa ser resolvido”, disse Stavros Lambrinidis, embaixador da UE nos EUA, em entrevista ao programa “Balance of Power with David Westin“, da Bloomberg Television, referindo-se à questão do subsídio. “É isso que espero que alcancemos nessas negociações. Quando nós dois fazemos a coisa certa na direção certa, não temos medo para onde estamos indo.”

Ao elogiar a legislação como um “enorme passo positivo” para apoiar uma transição de energia limpa e sustentável nos EUA, Lambrinidis lamentou que o pacote ofereça incentivos apenas para empresas sediadas ou com investimento nos EUA. Os incentivos da Europa, por outro lado, não são discriminatórios, disse ele.

A chamada ‘não discriminação’
“Não há como fazer a transição para veículos elétricos tão rápido quanto os EUA querem fazer se você excluir os carros europeus da equação”, disse ele. “Damos à Tesla os mesmos incentivos que damos às nossas empresas. Esse é o tipo de não discriminação que pode ajudar nossas economias.”

Os co-presidentes do Conselho de Comércio e Tecnologia discutiram na semana passada tópicos, incluindo as disposições sobre veículos elétricos na Lei de Redução da Inflação e a necessidade de continuar o envolvimento no assunto. Após as conversas com a representante comercial dos EUA, Katherine Tai, o vice-presidente executivo da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, disse que uma isenção é a solução ideal para a UE no ato dos EUA.

Para receber mais conteúdos como este, se inscreva no nosso Canal do Telegram.

Últimas notícias

Destaques