Bernstein vê ações caindo quase 30% e diz que Musk foi brusco na chamada de ganhos.

Tesla : A receita trimestral da empresa ficou abaixo das expectativas , e as observações de Elon Musk sobre a teleconferência de resultados também pareceram incomodar um importante analista de tecnologia de Wall Street.

A receita trimestral da Tesla ficou abaixo das expectativas, e as observações de Elon Musk sobre a teleconferência de resultados também pareceram incomodar analistas

Toni Sacconaghi, analista sênior de pesquisa da Bernstein, disse, em ligação, que não está satisfeito com o desempenho do CEO da Tesla.

“Além das finanças, a chamada de resultados não caiu bem para nós”, afirmou. “As respostas a muitas perguntas na teleconferência foram curtas e quase desdenhosas. Musk ficou repetidamente fazendo prognósticos muito ousados ​​sobre o futuro e as capacidades da Tesla.”

O analista disse que essa teleconferência de resultados da Tesla foi menos informativa. Nela, Musk evitou preocupações e perguntas sobre a demanda, o potencial de preços mais baixos e detalhes sobre a Lei de Redução da Inflação. Em vez disso, Sacconaghi disse que Musk tentou destacar o potencial e as aspirações de Tesla.

Musk afirmou que vê um caminho potencial para a Tesla valer “mais do que a Apple e a Saudi Aramco juntas”. O CEO também disse que a Tesla é “pedal para o metal”, mesmo com uma possível recessão iminente.

Sacconaghi estabeleceu sua meta de preço de 12 meses em US$ 150 para a Tesla, o que se traduziria em uma queda de quase 30% em relação ao fechamento de US$ 222,04, na quarta-feira.

O analista disse que continua se preocupando com os níveis de demanda, embora Musk tenha afirmado continuaria a vender “todos os carros que pudermos fabricar no futuro próximo.

Sacconaghi afirmou que: “os prazos de entrega dos carros caíram drasticamente, especialmente na China, e nos preocupamos com gastos mais fracos do consumidor e competição incremental.” […] “Acreditamos que a carteira de pedidos da Tesla diminuiu no trimestre, apontando para pedidos abaixo das taxas de produção atuais.”

Aparentemente, esta não é a primeira vez que o analista se incomoda com os comentários de Musk. No segundo trimestre, Musk havia cortado Sacconaghi quando ele fez uma pergunta sobre a redução dos gastos de capital, e o CEO chamou sua pergunta de “chata” e “estúpida”.

Para receber mais conteúdos como este, se inscreva no nosso Canal do Telegram.

Últimas notícias

Destaques