Ganhos da Tesla mostram lucro trimestral quase recorde no mesmo momento que surgem preocupações de crescimento

Fabricante de veículos elétricos enfrenta problemas de produção e incerteza econômica.Tesla Inc. TSLA 0.84% reportou lucro trimestral quase recorde. A fabricante de veículos elétricos de Elon Musk, até agora, evitou as preocupações com o enfraquecimento da demanda. O forte preço dos veículos ajudou a Tesla a gerar quase US$ 3,3 bilhões em lucro, entre julho e setembro, ficando acima das expectativas dos analistas consultados pela FactSet. Esse número fica um pouco abaixo do lucro trimestral recorde da empresa.

Fabricante de veículos elétricos enfrenta problemas de produção e incerteza econômica.

Tesla Inc. TSLA 0.84% reportou lucro trimestral quase recorde. A fabricante de veículos elétricos de Elon Musk, até agora, evitou as preocupações com o enfraquecimento da demanda. O forte preço dos veículos ajudou a Tesla a gerar quase US$ 3,3 bilhões em lucro, entre julho e setembro, ficando acima das expectativas dos analistas consultados pela FactSet. Esse número fica um pouco abaixo do lucro trimestral recorde da empresa.

A Tesla, após o fechamento do mercado na quarta-feira, registrou receita trimestral de US$ 21,5 bilhões, sendo a maior de todos os tempos. 

No entanto, diante do aumento das taxas de juros e dos temores de recessão, analistas ficaram mais pessimistas sobre a capacidade da Tesla de entregar os mais de 1,4 milhão de veículos necessários, com objetivo de atingir sua meta, estabelecida no começo do ano, de aumentar a produção em 50%.

Para atingir esse objetivo, a Tesla teria que entregar quase meio milhão de EVs aos clientes nos últimos três meses do ano. Isso marcaria um aumento de 42% em relação ao terceiro trimestre, quando a Tesla colocou 343.830 veículos nas mãos dos clientes, configurando um recorde da empresa.

O preço das ações da Tesla caiu cerca de 37% em 2022, ocultando o declínio de cerca de 32% no Nasdaq Composite. A empresa enfrentou problemas de produção e desafios contínuos da cadeia de suprimentos. A busca intermitente de Musk pela compra do Twitter também pesou nas ações da montadora. 

Musk, presidente-executivo e maior acionista da Tesla, vendeu mais de US$ 15 bilhões em ações da empresa neste ano. O bilionário indicou que parte dos lucros seria usada para financiar seu acordo de US$ 44 bilhões com o Twitter. Alguns investidores temem que ele precise vender mais para fechar a transação. Após comercializações recentes, Musk disse que não pretendia vender mais ações da Tesla.

A Tesla vem aumentando os preços de seus veículos, visto que as peças se tornaram mais caras e alguns carros novos estão mais difíceis de serem  encontrados. Segundo analistas, devido aos problemas na cadeia de suprimentos, os carros da Tesla foram vendidos por uma média de US$ 57.000 no terceiro trimestre, superando os US$ 49.000 do ano anterior. 

A Tesla disse que mudanças em suas práticas de produção e distribuição contribuiram para uma maior presença de carros em trânsito no final do trimestre.

Ainda assim, o resultado das entregas, combinado com o declínio dos tempos de espera para novos veículos e a turbulência econômica global, despertou preocupação sobre a possibilidade de demandas por Teslas estarem enfraquecendo.

Em nota, analistas da Cowen afirmam que: “Podemos estar vendo os primeiros sinais de um problema de demanda, mas os registros mensais e os resultados do 4T precisarão ser monitorados para avaliar melhor a situação”.

Os clientes na China, que encomendaram um novo Model 3 em setembro, podem esperar cerca de quatro ou cinco semanas para receber seu carro, de acordo com a Bernstein Research. 

Os tempos de espera também caíram para os modelos mais populares da Tesla nos EUA.  De acordo com a Edmunds.com, a taxa de juros média de um empréstimo de carro novo atingiu 5,7% no terceiro trimestre, acima dos 4,3% do ano anterior.

Musk disse em julho, que esperava que a Tesla pudesse reduzir os preços dos veículos. “Você não pode simplesmente aumentar os preços para um nível arbitrariamente alto, porque estaria ultrapassando o limite de acessibilidade e, em seguida, a demanda cairia de um penhasco”, completou.

A Tesla, correndo para cumprir sua meta de crescimento, planeja entregar seus primeiros caminhões de semirreboques elétricos para a Pepsi,  em dezembro, três anos depois do planejado inicialmente. 

Em agosto, o presidente Biden assinou uma legislação que cria um novo crédito fiscal de até US$ 40.000 para veículos elétricos comerciais, que estará disponível a partir de 2023. Essa lei também abre as portas para que os veículos de passageiros da Tesla possam passar novamente por uma redução de impostos ao consumidor de US$ 7.500, também começando no próximo ano. A empresa se qualificou desde o início para esse crédito, antes que atingisse um limite de vendas. 

Musk disse que espera que a tão esperada picape Cybertruck entre em produção no próximo ano.

Para receber mais conteúdos como este, se inscreva no nosso Canal do Telegram.

Últimas notícias

Destaques