Polônia investiga vazamento em oleoduto principal que transporta petróleo bruto da Rússia para a Europa

As autoridades polonesas estão investigando um vazamento em um oleoduto que transporta petróleo da Rússia para a Alemanha, enquanto a Europa teme que problemas com sua infraestrutura de energia reduzirão a oferta e elevarão ainda mais os preços.

As autoridades polonesas estão investigando um vazamento em um oleoduto que transporta petróleo da Rússia para a Alemanha, enquanto a Europa teme que problemas com sua infraestrutura de energia reduzirão a oferta e elevarão ainda mais os preços.

O operador PERN interrompeu os fluxos em uma das pernas do norte do sistema Druzhba depois de detectar um vazamento na terça-feira.

“Neste ponto, as causas do evento não são conhecidas – o fluxo no segmento danificado foi imediatamente desligado”, afirmou em comunicado.

O oleoduto Druzhba é dividido em duas seções, com o canal norte fornecendo petróleo para a Alemanha e a Polônia. Ela bombeou cerca de 490.000 barris por dia para os dois países nos últimos meses, segundo a Reuters .

A Rússia arma suas exportações de energia em retaliação às sanções ocidentais impostas depois que Vladimir Putin ordenou a invasão da Ucrânia.

Reduziu a capacidade dos principais oleodutos para a Europa, incluindo o Nord Stream, e apoiou as recusas do cartel da OPEP + em aumentar a produção de petróleo, apesar dos EUA pressionarem o bloco a aumentar sua produção.

A queda na oferta de petróleo da Rússia pode elevar os preços para US$ 150 o barril, alertaram analistas do JPMorgan no mês passado.

A Europa teme que a oferta possa cair ainda mais se a Rússia sabotar sua infraestrutura de energia depois que vazamentos foram detectados nos gasodutos Nord Stream .

As autoridades alemãs acusaram a Rússia de sabotar o sistema de oleodutos depois que a Dinamarca e a Suécia descobriram que os danos foram causados ​​por centenas de quilos de TNT .

O principal funcionário de energia da Polônia, Mateusz Berger, disse à Reuters que as avaliações iniciais sugeriam que Druzhba havia sofrido “danos acidentais” – mas os comerciantes ainda podem estar preocupados com o fornecimento de energia da Europa.

O petróleo Brent saltou até 1,2%, para US$ 94,96, após a notícia do vazamento na quarta-feira, enquanto o petróleo WTI subiu 1,4%, para US$ 89,77. Ambos os benchmarks foram negociados aproximadamente em nível na última verificação.

Para receber mais conteúdos como este, se inscreva no nosso Canal do Telegram.

Últimas notícias

Destaques