A China está esgotando seus estoques de petróleo em um possível sinal de que Pequim está procurando impulsionar a economia com um aumento nas exportações de combustível

A China não aproveitou totalmente seu estoque de petróleo, pois o país continua se recuperando dos bloqueios do Covid-19 e de uma economia prejudicada que desacelerou a demanda doméstica.

Os estoques de petróleo bruto na China estão caindo, um sinal potencial de que o país está se preparando para exportar grandes volumes de combustível.

Cerca de 1 milhão de barris por dia deixaram os estoques chineses nas últimas três semanas, segundo dados da Vortexa citados pela Bloomberg . Os estoques atingiram 909 milhões de barris em 15 de setembro, o menor desde maio.

Tanto as refinarias quanto os comerciantes de petróleo na China solicitaram mais 15 milhões de toneladas de cotas de exportação. Nesse valor, as alocações acumuladas no ano corresponderiam aos níveis de 2021 para todo o ano.

Isso pode significar que Pequim está se preparando para descarregar uma grande quantidade de gás e diesel no mercado para ajudar a impulsionar a economia.

Ainda assim, o esgotamento também pode ser um ajuste sazonal. De acordo com analistas do JPMorgan, o nível de petróleo que sai dos estoques é muito alto para a China aprovar para exportação.

A China não aproveitou totalmente seu estoque de petróleo, pois o país continua se recuperando dos bloqueios do Covid-19 e de uma economia prejudicada que desacelerou a demanda doméstica.

Leia também